Comissão Eleitoral comunica aceitação e impugnação de candidaturas

eleicaoNo dia 17 de abril, a Comissão Eleitoral comunicou a aceitação e impugnação das candidaturas para o pleito de 2018. As candidaturas impugnadas receberam as razões que embasaram a decisão da Comissão Eleitoral. Os candidatos impugnados têm até às 16 horas do dia 24 de abril para apresentar recurso, a fim de manter sua participação nas eleições da Fundação CEEE. O resultado dos recursos será divulgado no dia 08 de maio em reunião com todos os inscritos. Nesta oportunidade as candidaturas serão definitivamente aceitas e homologadas e estabelecida a ordem dos candidatos na cédula eleitoral.

A lista dos candidatos inscritos está disponível no banner abaixo. A ata com a lista de candidaturas aceitas e impugnadas está publicada na página das eleições no site da Fundação CEEE. Clique aqui.
banners_eleicoes_candidatos

A Comissão Eleitoral é composta pelo presidente da Fundação CEEE, Rodrigo Sisnandes Pereira; pelo Diretor de Seguridade, Saul Fernando Pedron; pelos conselheiros deliberativos Sandro Rocha Peres e Marcella Selbach Garcia Wolff e pelos conselheiros fiscais Gabriel Salvador Fogaça e Antonio Carlos Weizenmann.

As eleições ocorrerão no período de 05 a 27 de junho. Neste pleito serão eleitos dois conselheiros deliberativos e seus respectivos suplentes, um conselheiro fiscal e seu respectivo suplente e um diretor. Os futuros gestores terão a responsabilidade de participar do processo decisório e fiscalizar os atos da maior entidade de previdência complementar do Rio Grande do Sul, responsável pela aposentadoria atual e futura de mais de 15.000 pessoas.

Por que a Fundação CEEE está em processo eleitoral
Parte dos dirigentes eleitos em dezembro de 2017 foram designados para cumprir um mandato complementar que encerra em junho de 2018. O objetivo deste processo eleitoral é recompor esses cargos no Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e na Diretoria Executiva. Os novos dirigentes que forem eleitos pelos participantes, juntamente com os dirigentes indicados pelas patrocinadoras, exercerão mandatos completos de 04 anos (conselheiros) e de 02 anos (diretores).

Formas de votação
As eleições da Fundação CEEE em 2018 serão realizadas pela internet, por telefone e pelo correio com o voto dos participantes maiores de 16 anos cadastrados na Entidade até 28 de março de 2018. Para votar pela internet e telefone, o participante precisa ter senha de acesso ao autoatendimento. Ela funcionará como um título de eleitor.

Cada eleitor receberá, pelo correio, no seu endereço cadastrado na Fundação CEEE, as informações sobre as formas de votação, com o número de telefone e o endereço eletrônico para votar, além de um passo a passo para participar corretamente do processo eleitoral pelo correio.

O sistema de votação ficará disponível das 09 horas do dia 05 de junho de 2018 até às 09 horas do dia 27 de junho de 2018, horário de Brasília.

O participante escolherá qual meio utilizará para votar: internet, telefone ou correio. O exercício do voto, e a confirmação das escolhas, poderão ser efetivados somente uma vez.

Mais informações sobre o processo eleitoral estão disponíveis no site da Fundação CEEE.

Palestras Rio Grande, Pelotas e Camaquã têm bom público

DSC_0247Nos dias 24 e 25 de maio, a Fundação CEEE realizou mais quatro palestras institucionais nas cidades de Rio Grande, Pelotas e Camaquã com a presença de 175 participantes. A presidente Janice Fortes e o Diretor Administrativo Jeferson Luis Patta de Moura apresentaram um perfil da entidade com dados sobre os resultados obtidos em 2015 e várias informações atualizadas com dados de 2016, além de outros assuntos importantes de interesse dos participantes. O objetivo foi mostrar um panorama atualizado da entidade com informações sobre o desempenho dos planos de benefícios previdenciários e dos investimentos, além de responder dúvidas dos presentes. Nesses encontros denominados “Diálogo com a Fundação” a entidade também aborda questões referentes ao perfil demográfico da população brasileira que está mudando nas últimas décadas e que influencia o desempenho de planos de previdência complementar. Desde março, já foram realizadas 11 palestras nas cidades de Bagé, Candiota, Porto Alegre, Osório, Rio Grande, Pelotas e Camaquã, totalizando a presença de mais de 500 participantes.