Família Previdência abre caminho no segmento de informática

Mais uma entidade associativa acaba de ingressar como instituidora do Plano Família Previdência, abrindo um novo mercado para a expansão da Fundação CEEE. No dia 11 de agosto, foi aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC, o convênio de adesão do Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio Grande do Sul – SEPROGRS. A entidade representa 300 empresas gaúchas do setor de economia digital e possui sedes em Porto Alegre, Caxias do Sul, Santa Maria e Pelotas.

Criado em 2010, para os associados da AFCEEE, o Família Previdência é um plano na modalidade instituidor que permite a adesão de associados e seus familiares vinculados às entidades conveniadas. Com este novo instituidor, o Família Previdência fica aberto para uma categoria de profissionais em forte expansão na economia, oferecendo uma alternativa rentável e segura para adesão de participantes.

“Vários segmentos profissionais estão percebendo a necessidade de ofertar planos de previdência para seus associados. O Família Previdência é uma solução adequada para a formação de poupança de longo prazo para as pessoas vinculadas a estas organizações bem como seus familiares”, afirma o presidente da Fundação CEEE, Gerson Carrion de Oliveira.

Nos últimos anos, a Fundação CEEE intensificou seus esforços de expansão no mercado de previdência complementar, priorizando a diretriz definida em seu planejamento estratégico. Em 2015, obteve a adesão da Inpel, indústria da área de peças para veículos automotores, criando um plano para seus empregados. Em 2016, o SINTEP Vales ingressou no Plano SINPRORS Previdência e, em dezembro, a Fundação conquistou duas novas patrocinadoras: a Companhia Energética Rio das Antas (CERAN) e a Foz do Chapecó. Em 2017, a Tchê Previdência, entidade que congrega os fundos de pensão gaúchos aderiu ao Família Previdência, possibilitando que todos os participantes da Fundação, bem como seus familiares também ingressem neste plano. “Estamos consolidando nossa missão como entidade multipatrocinada, estabelecendo um incremento significativo e contínuo de novas empresas patrocinadoras e instituidores”, conclui Carrion.

Rentabilidade ultrapassa 12% no acumulado até abril

politicadeinvestimentosA rentabilidade acumulada da Fundação CEEE no primeiro quadrimestre de 2016 foi de 12,56%, um bom desempenho devido principalmente aos resultados obtidos no segmento de Investimentos Estruturados, que rendeu 19,98% no período. A Renda Variável (ações em Bolsa de Valores) também teve bons resultados, acumulando 19,74% de janeiro a abril deste ano. No segmento de Renda Fixa, que representa cerca de 70% da carteira de investimentos da entidade, e composto principalmente por títulos do Governo Federal, o desempenho foi de 9,52%. A Fundação CEEE continua mantendo uma estratégia mais conservadora, protegendo a Carteira de Investimentos da Entidade para minimizar os efeitos da atual conjuntura econômica, marcada por fortes oscilações nos mercados financeiros.