DuVIDAS_frequentes

ESCLAREÇA SUAS DÚVIDAS COM A FUNDAÇÃO CEEE

    • Quantos planos a Fundação CEEE administra?
      A Fundação CEEE administra 12 planos previdenciários. Nove planos são patrocinados por empresas. Nessa modalidade, o empregado e a empresa contribuem para formação da poupança previdenciária do participante. Outros três planos são administrados na modalidade instituidor, na qual o participante adere pelo vínculo associativo com entidades de classe (sindicatos, cooperativas e demais entidades de classe). Nesse caso, somente o participante contribui para formação de sua poupança previdenciária.


    • Para quais empresas e entidades associativas a Fundação CEEE administra planos de previdência?
      As empresas são chamadas de patrocinadoras. Atualmente, a Fundação CEEE é gestora de planos para o Grupo CEEE, Eletrobras CGTEE, CRM, RGE, RGE Sul, CERAN, Foz do Chapecó e Inpel. As entidades instituidoras de planos são a AFCEEE, SINTEC-RS, SEPRORGS, Tchê Previdência, SENGE-RS, SINPRO-RS, SINTAE, SINTEE Norte-RS e SINTEP Vales.


    • Posso abater as minhas contribuições previdenciárias e dos meus dependentes no Imposto de Renda?
      Sim. As contribuições previdenciárias podem ser deduzidas no Imposto de Renda até o limite de 12% da renda bruta anual. Essa possibilidade é para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda. Por exemplo, se você tem uma renda anual de R$ 40.000,00 pode abater até R$ 4.800,00 em contribuições para um plano de previdência. Esse valor é equivalente a uma contribuição mensal de R$ 400,00. O imposto sobre esses valores será pago somente no momento do resgate ou quando você começar a receber benefício de aposentadoria.


    • Posso ser o responsável financeiro do plano dos meus dependentes?
      Sim. Inclusive você pode abater no Imposto de Renda os valores aportados nos planos de seus dependentes. Para dependente maior de 16 anos, o abatimento é possível caso ele contribua para o INSS.


    • Posso ter mais que um plano com a Fundação CEEE?
      Sim. É possível ter mais de um plano na Fundação CEEE para aumentar suas reservas de poupança previdenciária. Uma das possibilidades é fazer o Família Previdência, plano aberto para a adesão de todos os participantes da Fundação CEEE.


    • Por que a rentabilidade da Fundação é maior do que outros planos de previdência?
      Essa é uma vantagem para quem participa de um plano administrado por uma Entidade Fechada de Previdência Complementar como a Fundação CEEE. Nossa entidade não visa lucro, ela repassa toda a rentabilidade obtida nos investimentos, descontando apenas as taxas de administração de patrimônio que são as mais baixas do mercado. Planos ofertados por bancos e seguradoras não repassam o total da rentabilidade dos investimentos e ainda cobram taxas mais altas de carregamento (administrativa) e de administração de patrimônio.


    • Quem pode fazer empréstimos na Fundação?
      Os empréstimos podem ser feitos por participantes ativos, aposentados e pensionistas vinculados aos planos patrocinados: Planos Únicos (CEEE, CGTEE, RGE e RGE Sul); CeeePrev e CRMPrev. A partir de seis meses de contribuição, os participantes podem adquirir um empréstimo com limite de comprometimento no valor de 4% até 25% de seu salário líquido referente ao mês anterior. O limite é variável em função do tempo de vinculação com a Fundação e da existência de empréstimo consignado. O prazo máximo de concessão varia conforme a idade do participante.


    • Como funciona o resgaste?
      Em primeiro lugar é importante não confundir resgate com benefício de aposentadoria. Na aposentadoria, o participante recebe valores mensais como renda continuada. O resgate é diferente. Em linhas gerais, o resgate possibilita ao participante a retirada, à vista, dos valores que aportou no plano previdenciário. O cálculo pode variar de acordo com o regulamento do plano ao qual o participante está vinculado. Em planos patrocinados, por exemplo, o participante pode retirar 100% das suas contribuições e uma parte das contribuições da empresa. Em planos nos quais não existe uma empresa patrocinadora é possível resgatar uma parte dos valores enquanto o participante está na fase de contribuição. O saldo do resgate é tributado em 15% no Imposto de Renda.


    • Tem algum custo para eu trazer meu plano previdenciário de outra instituição para a Fundação CEEE?
      Não. A portabilidade de valores de um plano para outro não gera custos para o participante. A portabilidade pode ser vantajosa para o participante, principalmente se ele trouxer recursos de um plano aberto (administrado por bancos e seguradoras) para uma entidade fechada de previdência como a Fundação CEEE. A rentabilidade entregue por uma entidade sem fins lucrativos é maior do que nos bancos e seguradoras.


    • O que é Benefício Proporcional Diferido (BPD)?
      O Participante, após a rescisão de contrato de trabalho com a Patrocinadora e antes da aquisição do direito ao benefício de Aposentadoria, pode optar por receber, em tempo futuro, um benefício proporcional programado, quando do preenchimento dos requisitos definidos no Regulamento. Condições para requerimento do Benefício Proporcional Diferido: rescisão de vínculo com a Patrocinadora; ter, pelo menos, 3 anos de vínculo ao plano; não ser elegível a ao benefício de aposentadoria.


    • O que é autopatrocínio?
      O Participante que tiver perda parcial ou total de remuneração poderá manter-se vinculado ao plano previdenciário, desde que também efetue as contribuições que seriam de responsabilidade da patrocinadora. O Participante em Autopatrocínio poderá ser dispensado da contribuição da patrocinadora, através de requisição formal à Fundação CEEE.

Caso tenha outras dúvidas entre em contato conosco. Ligue de telefone fixo para 0800 51 2596 ou de telefone celular para (51) 3027 1221.

WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann